Sítio Arqueológico Sacsayhuaman em Cusco

O que fazer em Cusco: 3 sítios arqueológicos para conhecer

Conheça os principais sítios arqueológicos da civilização inca nos arredores de Cusco, além de Machu Picchu

Cusco, considerada a capital arqueológica da América, é um importante destino turístico no caminho de quem visita Machu Picchu, uma das 7 maravilhas do mundo moderno. Mas a cidade também reserva ótimos passeios para quem quer conhecer as ruínas do povo inca sem precisar ir muito longe. Se você busca o que fazer em Cusco, na região existem vários sítios arqueológicos preservados e abertos para visitação, que impressionam pela técnica de construção única desse povo. Você irá conhecer os principais sítios arqueológicos da região do Vale Sagrado dos Incas, nos Andes peruanos.
Sacsayhuaman
Localizado a dois quilômetros do centro de Cusco, Sacsayhuaman é uma das ruínas mais conhecidas da região. São mais de 4 mil metros quadrados de fortificação em um impressionante exemplo da arquitetura do povo inca, onde as pedras gigantes se encaixam sem nenhum tipo de argamassa. Construída em zigue-zague, imitando uma serpente, essa fortaleza militar é hoje palco da festa de Inti Raymi, festival realizado no 24 de junho em celebração ao deus Sol. Além de se maravilhar com as ruínas desse sítio a uma altitude de aproximadamente 3.700 metros em relação ao nível do mar, você ainda poderá contemplar uma linda vista para a cidade de Cusco. Imperdível!
Moray
Formado por terraças circulares, esse sítio arqueológico está a 53 km de Cusco, a 3. 800 metros de altitude. Anfiteatro, centro de devoção ou laboratório agrícola? Os arqueólogos ainda divergem sobre a finalidade de Moray, mas os seus gigantescos buracos na superfície do solo revelam todo o potencial inca para a agricultura. Os incas aproveitaram essa depressão natural para construir terraças e fazer experimentações agrícolas nos diversos níveis dos solos. Na visita, é possível descer até o último nível do solo utilizando os degraus das terraças, mas é bom lembrar que depois terá que subir e a altitude dificulta a subida. Além de turístico, Moray também é um centro de peregrinação para devotos de cultos andinos antigos.
Ruínas de Pisac
Localizada a 33 quilômetros de Cusco, Pisac possui duas atrações principais: as ruínas e o mercado de artesanato. A 3.000 metros de altitude, o Parque Arqueológico Nacional de Pisac é um complexo gigantesco com os terraços agrícolas contornando as montanhas onde você verá plataformas, aquedutos, muralhas, cursos de água canalizados, pontes e até cemitérios. Um dos destaques do parque é o Templo del Sol, que servia como um observatório astronômico. O parque é bem preservado e revela que o local foi habitado por uma civilização muito evoluída. A aldeia de Pisac também é conhecida feira de artesanato na praça central com diversos produtos típicos peruanos. A feira acontece nas terças, quintas e domingos.
Recomendamos

Passeios em Lima: conheça os Pântanos de Villa
Pontos turísticos de Lima: conheça o Parque de Las Leyendas
Restaurantes em Lima
4 lugares para experimentar os melhores vinhos argentinos em Buenos Aires



Compartilhar por e-mail Compartilhar on Twitter Compartilhar on Facebook